Tempo Estimado de Leitura: 3 minutos

Para garantir uma vaga no mercado de trabalho o único jeito é estudar para o vestibular. Quem está no último ano do ensino médio não precisa se desesperar com as provas para ingressar na faculdade. Nessa fase, o jovem pode estar confuso sobre qual profissão escolher, a pressão dos pais para entrar numa faculdade, o estresse, a ansiedade de estar concluindo um ciclo e iniciando um novo, todos esses fatores podem interferir ainda mais na sua decisão.

Segundo a Psicóloga e Coach Marcella Carvalho de Almeida, os jovens que estão no último ano do ensino médio acabam criando muitas expectativas para o vestibular. “Hoje, os jovens estão avaliando todas as possibilidades de uma carreira, se ela permite uma estabilidade no futuro, como estão às vagas no mercado, entre outras preocupações” afirma.

A competição dentro e fora da escola e a pressão do cursinho são fatores que mais provocam estresse e ansiedade no adolescente. Para o jovem é muito difícil lidar com essa responsabilidade, principalmente se ele ainda não se encontrou. “Muitos pais exigem que o filho passe no vestibular, mas muitas vezes ele não está preparado para assumir essa responsabilidade. A pressão em lidar com essas escolhas podem gerar um estresse crônico e evoluir para um quadro de ansiedade e depressão”, explica à psicóloga.

Nos casos mais graves, o adolescente pode até enfrentar problemas físicos como diarreia ou dores por não saber lidar com a pressão.

O ideal é evitar o estresse, pois ele destrói as células responsáveis pela aquisição e recuperação de memória, o que pode prejudicar os estudos”, diz a especialista.

Os pais devem ficar atentos ao comportamento do filho, principalmente se ele queixar de insônia, irritabilidade, cansaço, doenças de pele ou gástricas, perda de memória, etc.

Semana de prova!
As provas para o vestibular ocorrem no início de dezembro para janeiro, porém, a preparação do aluno para essa prova deve começar muito antes. “Para o aluno não sentir-se sobrecarregado o ideal é investir em outras atividades para ir liberando a tensão que está acumulada”, ressalta Marcella.

Mas, essas atividades devem começar bem antes da prova. “Iniciar academia, ginástica ou qualquer outra atividade na semana de prova não é uma boa ideia, pois o corpo leva um tempo para se acostumar e você pode ficar indisposto”, frisa a Marcella.

Confira algumas dicas da psicóloga para você controlar as emoções e sair bem na prova:

Dormir bem – manter uma noite de sono antes da prova é fundamental para que o jovem acorde disposto;
Alimentação adequada – é importante evitar consumir alimentos ricos em cafeína, chocolate e chá para manter acordado. Procure consumir alimentos saudáveis como verduras, frutas e beber muita água;
Autoconhecimento – ajuda de um profissional ajuda o estudante a sentir-se mais seguro e também ele aprende a lidar com a tensão;
Atividades relaxantes – se você perceber que está muito irritado, não deixe de jogar futebol com os amigos ou passear no shooping com as amigas para ficar estudando. Estabeleça uma rotina de estudo, mas também se permita momentos de lazer;
Apoio familiar – converse com o seus pais se você está tendo dificuldade em se concentrar ou estudar. Se você achar que não está preparado para entrar numa universidade explique o porquê para eles. Manter o diálogo com a família nessa etapa é indispensável para o sucesso pessoal e profissional do aluno.

Fonte: Psicóloga e Coach Marcella Carvalho de Almeida
http://www.marcellaalmeida.com.br/