Dayse Paparoto conquistou o paladar dos jurados Henrique Fogaça, Erick Jacquin e Paola Carosella e foi a vencedora da primeira temporada do MasterChef Profissionais. “A vitória foi surpreendente. Sou uma pessoa muito insegura, talvez essa experiência vá me ajudar a confiar um pouco mais em mim mesma”, declarou.

A cozinheira de Mogi das Cruzes (SP), de 31 anos, agradou os chefs com seu menu degustação De Mogi para o Mundo. “Elaborar o menu foi complicado porque é necessário harmonizar os pratos do começo ao fim. E pensar em tudo isso em apenas cinco minutos não foi fácil … Vou quitar meu apartamento e quero viajar, se eu tiver férias. Espero também que o programa abra portas para eu possa ter meu próprio restaurante”, revelou.

Dayse era a preferida das redes sociais e chegou a ficar com 90% da preferência do público em relação ao outro concorrente, Marcelo Verde. Principalmente após o competidor ter cantado vitória antes do tempo, ao saber que havia ido para a final no programa anterior. Ela também ganhou a torcida do público por enfrentar atitudes machistas de competidores do programa – como não ser ouvida ao fazer parte de um grupo formado só por homens e até ser mandada a varrer o chão ao invés de ajudar na cozinha.

Aliás, a apresentadora Ana Paula Padrão e a chef Paola Carosella derrubaram forninhos ao fazerem discursos contra o machismo ao final do programa. A apresentadora Ana Paula Padrão a parabenizou por “ser mulher e se destacar, como eu, num ambiente muito machista”.

E a chef Paola Carosella fez um longo e emocionante discurso dizendo, “Você escolheu uma profissão dominada pelos homens, como eu e como a Ana Paula. Não é nada fácil. Às vezes, a gente tem que ouvir umas idiotices que eu vou te falar. Você não está aí por ser mulher, você está aí por ter um talento inacreditável”, disse Paola, que fez questão de deixar claro que os jurados não avaliam ninguém por ‘gênero, cor ou cintura’. “Nós vemos pessoas e nosso trabalho é julgar pessoas. Pratos que têm autenticidade, sabor e alma. A sua comida tem tudo isso. Você pode ganhar essa competição, não importa. Mas você já ganhou uma coisa que talvez você não saiba. Você abriu os olhos das pessoas para que elas olhem sem gênero”.

Porém mesmo em rede nacional parece que os “machos” não se intimidaram. O Marcelo ao saber que havia sido desclassificado simplesmente saiu do palco e sem fairplay não parabenizou a vencedora. Já Dário e Ivo, que por diversas vezes agiram de forma machista contra Dayse, se mostraram triste com sua vitória e ainda zombaram da chef durante uma entrevista ao vivo realizada logo após a final.

E você, o que achou do resultado final do Masterchef Profissionais? Deixe sua opinião nos comentários. E veja o que o público comentou sobre o assunto no Twitter.