Em entrevista para o jornal The New York Times, o cantor norte-americano Jay-Z confirmou pela primeira vez ter traído Beyoncé.

Fui criado de forma a vestir uma carapaça de alguém durão”, disse o rapper norte-americano.

Desligas todas as emoções. Mesmo com as mulheres, por isso [decide que] não irá ligar-te a elas. No meu caso é bastante profundo, e a infidelidade surge daí“.

Lemonade, de Beyoncé, e 4:44, de Jay-Z, são descritos pelo próprio como “uma sessão de terapia“. “Estávamos no olho do furacão mas o melhor lugar onde se estar é mesmo no meio da dor. Estávamos usando nossa arte quase como uma sessão de terapia“, disse.

Foi desconfortável e conversamos muito. Fiquei muito orgulhoso da música que ela lançou, e ela ficou orgulhosa da arte que editei. No fim de contas, ambos temos um respeito saudável pelo trabalho um do outro“, rematou.

O músico confirmou ainda estar fazendo terapia como forma de superar essa clausura. “Acho que o mais importante que aprendi é que está tudo ligado. Todas as emoções estão interligadas e partem de alguma coisa. Saber isso, no dia a dia, te dá vantagem“, explicou.

Sobre a decisão do casal de se manter unido, Jay-Z diz que “o mais difícil é ver a dor que causaste no rosto de alguém, e depois ter de lidar contigo mesmo”. “A maior parte das pessoas não quer olhar para dentro de si, por isso vai-se embora [e divorcia-se]“.