Tempo Estimado de Leitura: 4 minutos

Veterinária desvenda algumas curiosidades sobre o animal e alerta para alguns cuidados especiais que o dono deve ter com o pet.

Os gatos são os animais de estimação que mais intrigam, já que há muitos mistérios ao redor do felino, como por exemplo, o de ter sete vidas. Entretanto, as atitudes do bichano podem ser facilmente desvendáveis, basta o dono do pet ficar atento ao comportamento e conhecer um pouco mais sobre como funciona o organismo do animal.

Andressa Felisbino, veterinária da DrogaVET – empresa pioneira no ramo e a maior rede de farmácias de manipulação veterinária no Brasil -, acaba de elencar cinco curiosidades sobre os gatos, que podem, inclusive, ajudar os proprietários a oferecer uma melhor qualidade de vida aos felinos. Miados, ronronadas ou ainda esfregar o corpo contra pernas são ações que têm significados importantes em seu comportamento. Confira:

1. GATOS SÃO CARINHOSOS E AFETUOSOS COM SEUS DONOS.

curiosidades gatos - Gatos são carinhosas

Esses animais são mais independentes emocionalmente do que os cachorros, mas isso não quer dizer que eles não demonstram afeto e necessitam de carinho. “Há vários modos do bichano demonstrar que quer receber um cafuné ou apenas que gosta da pessoa. Além de passar entre as pernas, raspando o corpo e calda, um sinal claro é quando esfregam a cabeça em alguém. Ao fazer isso, liberam feromônios, provenientes de uma glândula presentes na cabeça“, explica a veterinária.

2. GATOS POSSUEM IMPRESSÃO DIGITAL.

chule-gato

Assim como os humanos, cada gato é único e tem uma marca que distingue uns dos outros, como a impressão digital. “No focinho há um desenho específico, que apenas aquele animal possui. Também é possível verificar a ‘impressão digital’ por meio dos coxins (almofadinhas das patas), mas, com o tempo, essas marcas vão modificando de acordo com o ambiente que o gato costuma passear“, afirma Andressa.

3. A AUDIÇÃO DO GATO É MAIS APURADA QUE A DO CÃO.

gif60

Os felinos são predadores, no geral, de hábitos noturnos ou ao amanhecer e entardecer. Por essa razão, possuem sentidos muito apurados e, com os gatos, especificamente, não poderia ser diferente. “Os gatos conseguem ouvir sons mais baixos do que os cachorros. Enquanto os humanos podem escutar barulho em torno de 20 mil Hz, os bichanos têm capacidade auditiva de até 50 mil Hz. Além disso, eles conseguem mexer cada uma das orelhas independentemente da outra. No total, são 32 músculos, permitindo o foco em sons distintos e a localização e a distância exatas do ruído“, revela a especialista.

Outra curiosidade é que gatos com pelagem branca e olhos azuis são mais propensos a desenvolverem problemas auditivos. “Esses animais carregam um gene que aumentam as chances de ficarem surdos o perderem a audição. Por isso, é importante realizar acompanhamento com veterinário e tentar adestrá-los, desde pequenos, com comandos por meio de sinais, para minimizar os impactos de uma possível surdez, caso venha a desenvolvê-la“, ressalta Andressa Felisbino.

4. GATOS TEM MAIS DEDOS NAS PATAS DIANTEIRAS DO QUE NAS TRASEIRAS.

Dedos gatos

Os bichanos têm, no total, 18 dedos e não 20, como os cães. As patas dianteiras possuem cinco dedos e um deles exerce uma função bastante importante: dar mais firmeza para segurar a presa e para escalar. “O ‘polegar’ é chamado de ergot e ajuda o felino na hora das brincadeiras, para atacar o ratinho de pelúcia ou para subir o arranhador“, esclarece a veterinária.

5. GATOS NÃO TÊM 7 VIDAS.

Gatos nao tem 7 vidas

A maior lenda de todas pode não ser verdade, mas intriga muitas pessoas até hoje. É muito comum ver um gato escapando ilesos de situações de extremo perigo, como uma queda muito alta. “Isso ocorre, porque seu senso de equilíbrio é bastante apurado, o que lhes permite movimentação rápida, girando o corpo sobre as quatro patas rapidamente. Seus reflexos são muito mais rápidos que os dos humanos, por conta de seu sistema vestibular (conjunto de órgãos do ouvido interno que cuida do equilíbrio)“, finaliza a especialista.