Tempo Estimado de Leitura: 3 minutos

As inscrições para a Liga Escolar de LoL estão abertas, o projeto tem como principal objetivo ser um elo entre educação e esportes eletrônicos. Para tentar garantir uma vaga, os competidores podem se inscrever até o dia 4 de outubro.

A competição nacional, que já teve sua primeira edição em 2018, agora retorna com algumas reformulações. Ano passado foi realizada uma edição fechada, somente com escolas convidadas. Este ano todas escolas do país terão a oportunidade de participar. As inscrições serão abertas, basta, no caso, a escola interessada em participar adquirir um produto exclusivo e inovador, no formato de licenciamento, o PlayMatch PRO.

PlayMatch PRO é uma novidade este ano. Se trata de um produto licenciado para escolas, onde alunos, pais e educadores terão acesso a aulas em formato cinematográfico sobre esports e as novas profissões que envolvem esse mundo. Como se tornar um pro-player, como aliar games e estudos e como educadores podem se conectar com essas novas gerações são alguns dos assuntos que estarão presentes nas aulas ministradas por educadores. E, automaticamente, após adquirir o licenciamento, a escola poderá competir na Liga Escolar de LOL 2019 com um time oficial.

O licenciamento PlayMatch PRO será o primeiro produto de esports que confirma os pagamentos em tempo real (instant payments) devido a tecnologia de inteligência artificial usada pela Latam Gateway, parceira oficial do projeto. A empresa foi criada pelos fundadores do Boa Compra – Christian Ribeiro e Patricia Maffissoni – que agora apoiam a Liga Escolar de LOL por acreditarem no impacto positivo que o projeto trará para a sociedade brasileira.

Os fundadores da PlayMatch, Gabriel Vinicius e Edilson Fernandes, pensaram em ir além do torneio escolar. Eles buscam a integração oficial educativa com os games, para que assim incentivem jovens a jogarem sem comprometer os estudos.

A PlayMatch nasceu com esse objetivo de ser um elo entre pais, educadores e jovens que gostam de jogar. Hoje existe um grande conflito sobre isso, portanto, na Liga Escolar de LoL o garoto ou a garota, precisam estar com as notas em dia para poderem representar a escola na competição, algo similar ao que existe em outros esportes fora do Brasil. ” Afirma Gabriel, um dos sócios do projeto.

A Liga Escolar de LOL foi idealizada em 2017 e realizado um MVP, uma versão de testes e validação no ano de 2018 com algumas regiões apenas (Maringá, Brasília, Recife, Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte, ao todo 32 escolas convidadas) e agora vamos dar escala abrindo inscrições para todo o país, ” completou Edilson.

Na edição de 2018, escolas do Projeto Nave da Oi Futuro, Colégio Nobel e Cícero dias tiveram grande destaque. E a escola municipal Prof. Vicente Bastos, do grande ABC de São Paulo, foi a grande campeã. Esse ano, a expectativa é que 2.048 escolas em todo o país participem.

O principal objetivo da Liga Escolar de LOL é gerar inclusão e aliar os esports com educação, de maneira que muitos paradigmas sobre malefícios dos jogos sejam quebrados.

Acreditamos que na Liga Escolar muitos jovens terão a oportunidade de serem vistos e quem sabe até se tornarem jogadores profissionais! ” Afirma Gabriel.

O formato do campeonato será dividido por macrorregiões, sendo elas: norte/nordeste, centro-oeste, sul e sudeste. Na primeira etapa terá a fase de grupos onde o primeiro colocado de cada grupo avança para os playoffs. O time escolar campeão de cada macrorregião se classifica para a final nacional que será presencial em SP.

Ainda não há local confirmado para a etapa presencial. O vencedor de cada macrorregião ganha a viagem para a final em SP com tudo pago pela PlayMatch, passagens, alimentação e hotel. E o grande campeão nacional fatura R$5.000,00 em dinheiro.

Serviço

Site com inscrições: http://ligaescolardelol.com.br/participe
Imagens/vídeo: https://bit.ly/2jYVxSn

Facebook: https://www.facebook.com/LigaEscolarLOL
Instagram: https://www.instagram.com/LigaEscolarLOL/

Informações adicionais sobre as inscrições:

Quando a escola faz a aquisição da licença pelo valor de R$300,00, ganha o direito de um time competir com 5 integrantes titulares e até 2 reservas. E os conteúdos serão disponibilizados para todos alunos interessados na escola, ou seja, é uma licença do colégio como um todo.