O descritivo “RAM de 8 GB, 2666 MT/s” faz algum sentido para você? Se isso te parece mais uma sopa de letrinhas, saiba que você não está sozinho. Caso nunca tenha instalado hardware e esteja considerando um upgrade de memória (RAM ou DRAM) para superar um problema de lentidão no seu computador, você está no caminho certo. Porém, ter que escolher entre “4 GB, 2400 MT/s”, “4 GB, 2666 MT/s”, “8 GB, 2400 MT/s” e “8 GB, 2666 MT/s” pode te dar até vertigem. Mas, mesmo que você saiba que se tratam de densidades e velocidades, de qual opção você precisa? Para isso, criamos um guia rápido para você saber como tomar a melhor decisão.

Como ler as especificações de memória

Densidade, também conhecida como capacidade, é a quantidade máxima de dados que o módulo pode conter de uma vez. Por exemplo: num módulo de memória descrito como tendo “8 GB, 2666 MT/s”, podemos dizer que a densidade é de 8 GB (Gigabytes). A velocidade, também conhecida como frequência, é a quantidade de comandos (megatransferências) que a memória pode enviar à CPU em um determinado período e que, em seguida, é processada, tornando-se o que você vê e faz no computador. 2666 MT/s é um exemplo de taxa de megatransferência por segundo de um módulo.

O que me importa mais: densidade ou velocidade?

Se você for obrigado a escolher, escolha densidade. Porém (é claro que teria um “porém”), é mais uma questão de prioridade. Não se trata de escolher entre uma coisa ou outra. Em geral, as velocidades de memória DDR4 (que é a tecnologia mais recente, o que faz diferença na hora de identificar a compatibilidade) variam de 2133 MT/s a 3000 MT/s.

As velocidades da memória DDR3 (comuns em computadores mais antigos) variam de 1066 MT/s a 1866 MT/s. Suponhamos, por exemplo, que você compre um módulo RAM classificado como de 3000 MT/s. Se a CPU ou a placa-mãe do seu computador só consegue executar memória em velocidades de até, digamos, 2400 MT/s, o sistema irá executar a memória apenas a 2400 MT/s. Há também limites máximos para as densidades, portanto, não é possível instalar 64 GB de memória em um sistema que só suporta 8 GB.

Como a densidade e a velocidade beneficiam o que você faz na máquina

Dependendo da capacidade do computador e de como você o utiliza, os benefícios de um upgrade de memória vão afetar a sua experiência de forma diferente. Embora seja difícil separar a densidade da velocidade e vice-versa, veja abaixo algumas atividades e o que você provavelmente perceberia ao adicionar densidade e velocidade.

Navegação na web

  • Upgrade de 2 GB para 4 GB
    – Resposta aprimorada ao abrir guias no navegador e clicar em links;
    – Multitarefa aprimorada entre vários aplicativos;
    – Menor risco de travamento do computador.
  • Upgrade de 4 GB para 8 GB ou mais
    – Respostas quase imediatas, mesmo com uma quantidade enorme de guias abertas;
    – Multitarefa sem interrupção entre vários aplicativos;
    – Quase nenhum risco de travamento do computador.
  • Upgrade de 2400 MT/s para 3000 MT/s ou mais
    – Os ganhos no desempenho são quase imperceptíveis.

Streaming de vídeo

  • Upgrade de 2 GB para 4 GB
    – Risco reduzido de corte ou travamento na reprodução por excesso de RAM sendo consumida pelo navegador ou outros aplicativos abertos;
    – Resposta aprimorada;
    – Menor risco de travamento do computador.
  • Upgrade de 4 GB para 8 GB ou mais
    – Risco muito baixo de corte ou travamento da reprodução por sobrecarga da RAM;
    – Respostas quase imediatas;
    – Multitarefa sem interrupção;
    – Quase nenhum risco de travamento do computador.
  • Upgrade de 2400 MT/s para 3000 MT/s ou mais
    – Possivelmente mais FPS (Frames per Second – Quadros por Segundo) exibidos durante a reprodução, melhorando a qualidade de imagem.

Edição de foto, edição de vídeo e renderização

  • Upgrade de 2 GB para 4 GB
    – Menos tempo de espera até que o software responda a cliques e comandos;
    -Multitarefa aprimorada entre vários aplicativos, mas provavelmente ainda apresentando lentidão;
    – Menor risco de travamento do computador.
  • Upgrade de 4 GB para 8 GB ou mais
    – Respostas quase imediatas;
    – Multitarefa aprimorada; quase sem interrupção com 16 GB ou mais;
    – Quase nenhum risco de travamento do computador.
  • Upgrade de 2400 MT/s para 3000 MT/s ou mais
    – Possivelmente mais FPS durante a reprodução.

Jogos

  • Upgrade de 2 GB para 4 GB
    – Resposta aprimorada;
    – Menor risco de travamento do computador;
    – Dependendo do jogo, podem ser necessários mais de 4GB apenas para jogar.
  • Upgrade de 4 GB para 8 GB ou mais
    – Respostas quase imediatas;
    -Capacidade multitarefa aprimorada entre streaming, comunicação, entre outros aplicativos;
    – Quase nenhum risco de travamento do computador.
  • Upgrade de 2400 MT/s para 3000 MT/s ou mais
    – Possivelmente mais FPS ao jogar, o que torna o jogo mais realista.

Então, quando é uma boa ideia pagar mais para ter velocidade extra?

Ter mais velocidade é extrair o máximo de desempenho das cargas de trabalho que consomem muita memória, o que se traduz em menos espera, gerando economia de tempo e, possivelmente, de dinheiro. Em geral, esses benefícios são imperceptíveis para quem usa o computador casualmente. Mas se você for um designer, analista de dados, cinegrafista ou gamer, e usa aplicativos que consomem muita memória, então, memória mais rápida combinada a uma densidade suficiente geralmente valem a pena.

Para os demais o principal conselho é: concentre-se primeiro em aproveitar ao máximo a densidade da memória do sistema e, depois, descubra qual velocidade é mais apropriada às suas necessidades e ao seu orçamento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO