Líderes isoladas e invictas, as equipes venceram as disputas da quarta rodada do torneio e se classificaram antecipadamente. Com nove pontos, Vivo Keyd, Santos e ProGaming devem brigar pelas outras duas vagas nos playoffs

A quarta rodada da Superliga ABCDE garantiu um fim de semana cheio de emoção para os fãs de League of Legends.  Com disputas importantes, encerradas neste domingo (2), os resultados definiram o futuro das equipes paiN Gaming eINTZ, que garantiram suas vagas nas semifinais do torneio. Líderes isoladas na tabela, ambas pertencentes ao grupo B da competição, com doze pontos, se classificaram uma semana antes do fechamento da fase de grupos do campeonato. Agora, a briga pelas outras duas vagas nos playoffs ficará por conta da Vivo Keyd, Santos e ProGaming, todas com nove pontos na tabela.

A VK também tinha chances de se classificar automaticamente, caso ganhasse. Mas o Santos foi implacável e venceu, alcançando a adversária com nove pontos.

As rodadas da fase de grupos da Superliga ABCDE acontecem às sextas-feiras, sábados e domingos, com dois jogos por dia. As semifinais estão marcadas para os dias 15 e 16 de dezembro, e a final para o dia 23 do mesmo mês, às 13h.

O público pode acompanhar as partidas através dos canais da Superliga ABCDE no YouTube, Facebook, Twitter, Twitch, Cube e Nimo TV.

Sexta-feira (30/11) – Redemption 1 x 2 paiN Gaming e IDM Gaming 2x 1 Operation Kino

Na sexta-feira, abertura da quarta rodada da primeira fase da Superliga ABCDE, a paiN manteve sua invencibilidade e garantiu um lugar nas semifinais, com vitória de 2 a 1 em cima da adversária Redemption.

Destaque do confronto, “TinOwns” avisou que, mesmo com a vaga garantida, a line-up não vai diminuir o ritmo: “Não tivemos uma semana de treinos tão boa, e essa série mostrou que, apesar de tudo, conseguimos nos adaptar e garantir mais um triunfo. A classificação antecipada nos dá um alívio, mas não é hora de abaixarmos a guarda. Queremos terminar em primeiro lugar no grupo”.

Luis AntonioPiroxz”, coach da Redemption, analisou os fatores que determinaram o revés: “Sabíamos que seria uma série difícil. No início, conseguimos impor nosso ritmo, atuamos em uma composição que gostamos e treinamos bastante durante essa semana. No desempate, cometemos alguns erros, perdemos muita pressão na parte de cima do mapa, e com isso, eles conseguiram a vitória”.

A segunda partida do dia colocou frente a frente dois clubes que já entraram na rodada matematicamente eliminados, mas que proporcionaram disputas emocionantes. No fim, a IDM foi superior e, de virada, fechou a série por 2 a 1, chegando a três pontos na tabela de classificação e deixando a OPK isolada na lanterna do grupo B.

O jogador Gustavo “Sting”, da IDM Gaming, valorizou o resultado positivo conquistado: “Hoje, o desempenho não foi excelente, mas foi bom. Mesmo não tendo mais chances de passar de fase, acho importante vencer para levantar a moral do time e também para ganharmos experiência”.

Já Gabriel “Chavoso”, da OPK, ressaltou a importância do time disputar presencialmente campeonatos para evoluir: “Estamos treinando com vários times de alto nível e adquirindo conhecimento em eventos presenciais, o que é muito bom. Acredito que tivemos uma atuação abaixo do que podemos oferecer, talvez porque a semana de treinos foi mais complicada pelas mudanças que ocorreram no jogo”.

Sábado (1/12) – Team oNe 0 x 2 INTZ e ProGaming 2 x 0 Falkol

No sábado, pelo grupo B da competição, o INTZ fez um jogo implacável e dominante em cima da adversária Team oNe, levando torres e inibidores da rota do meio e inferior, e emplacando logo 1 a 0.

A Team oNe ainda tentou brigar por uma reação no segundo jogo, mas os Intrépidos continuaram superiores.  Resistindo ao ataque adversário, a equipe de Bruno “Envy” manteve a invencibilidade e garantiu vaga para as semifinais, mesmo ainda com uma disputa pela frente na fase grupos. O jogo foi encerrado em 2 a 0.

Para “Envy”, o desempenho da line-up é resultado de uma boa semana de preparação e treinos: “A gente conseguiu vários resultados positivos e ficamos muito felizes. Precisávamos conversar entre nós para melhorar a comunicação do grupo e jogar. Só precisamos seguir o que temos feito que a gente chega lá”, ressalta.

Já Victor “Steal1”, da Team oNe, analisou os fatores que determinaram a derrota e projetou o próximo compromisso do time: “Eu acho que perder o primeiro jogo mexeu com a nossa cabeça. Mas nós conseguimos trabalhar mais nos erros do INTZ e isso que fez a gente se sair melhor no segundo jogo. Para o próximo compromisso, contra a IDM, a expectativa é vencer, claro. Nós sabemos que eles não estão tendo bons jogos, então se trabalharmos bem durante a semana, com certeza podemos somar mais três pontos”.

No segundo confronto do dia, entre ProGaming e Falkol, as partidas foram bem equilibradas. Mesmo a PRG obtendo vantagem em cima da adversária, ocorreram diversas reações imediatas, o que dificultava a conclusão das jogadas dos dois lados. A Falkol até começou bem, mas durante as finalizações foi perdendo o ritmo e viu seu oponente se aproveitar da situação para abrir 1 a 0 na série.

Mais organizada, a ProGaming voltou melhor do intervalo entre as partidas e finalizou o embate em 2 a 0, com jogadas certeiras.

Para Lucas “LuskkaRetechen, mesmo com uma vitória tão positiva da PRG, a equipe cometeu alguns erros que precisarão ser reparados para os próximos confrontos: “A gente demorou para fazer algumas coisas no jogo e não conseguimos executar plenamente o que a nossa composição fazia: lutar e exercer pressão na hora certa. A pegada para o próximo jogo tem que ser melhor. A gente vai continuar treinando bastante para conseguirmos a vaga”, diz.

Gabriel “Zen” Pontes, jogador da Falkol, analisou a derrota: “A gente aprendeu bastante coisa na Coréia, mas não conseguimos executar. Em muitos jogos, nós saíamos na frente, mas não sabíamos fechar. Vai ser bom a gente ver as nossas jogadas e entender o que poderíamos ter feito diferente para aplicar nos próximos jogos. A Superliga foi uma experiencia de palco muito boa e eu vejo um grande futuro para a equipe”.

Domingo (2/12) – Santos 2 x 1 Vivo Keyd e CNB e-Sports 2 x 0 Bulldozer

A partida que abriu o último dia da quarta rodada foi marcada por uma emocionante atuação do Santos sobre a, até então, invicta no campeonato, Vivo Keyd. O Santos se mostrou firme desde o início do jogo e foi em busca dos três pontos para continuar lutando pela classificação.

Novamente com o apoio incansável da torcida, a equipe santista utilizou diversas jogadas estratégicas para vencer a adversária e logo emplacou 1 a 0, levando o público presente à loucura.

No segundo jogo, a Keyd veio mais determinada e se mostrou bastante reativa, deixando tudo igual no placar: 1 a 1.

O terceiro confronto gerou uma grande expectativa em cima das duas equipes. A Keyd passou a mostrar ainda mais jogadas surpreendentes e incisivas em cima do Santos, que seguia resistente a cada ataque da rival. Porém, os santistas chegaram ao terceiro jogo com um excelente desempenho, e não demorou para encerrar a partida. Final: 2 a 1 para o Santos.

O jogador JulioNOsFerus” Cruz, eleito “King of the Match”, falou sobre o apoio da torcida em todos os momentos, sendo eles positivos ou negativos: “É muito legal quando você faz uma jogada e a torcida grita. Eu acho que isso melhora muito o meu jogo”.

Já sobre a expectativa para a próximo jogo, contra a CNB e-Sports, NOsFerus afirma: “Queremos muito ganhar da CNB porque eles estão vivos no campeonato, então vai ser um jogo muito pegado e vamos com tudo”.

Luan “Jockster” Cardoso, da Keyd, comentou alguns pontos importantes da disputa: “Eu acho que o jogo de hoje foi resultado da nossa semana de treinos. Estávamos indo mal e acredito que não conseguimos evoluir na partida por conta disso. Temos que trabalhar melhor a forma como reagimos às situações dentro de jogo, e não pode ser sempre de uma maneira negativa, porque atrapalha. O Santos acertou muito, justamente por conta da boa leitura que eles tiveram sobre a nossa forma de jogar”.

A partida que encerrou a quarta semana da fase de grupos da competição contou com a vitória da CNB e-Sports sobre aBulldozer. O time já começou dominando o primeiro jogo e se mostrou consistente, abrindo o placar em 1 a 0.

Ao longo do segundo jogo, a CNB não tomou conhecimento da adversária. A Bulldozer não conseguiu reagir e ficou novamente para trás, sendo derrotada por 2 a 0. Com o resultado, a equipe segue sem vencer na competição.

Para  KleytonKmarTMartlinelli, o time jogou com um pouco mais de pressão: “Na semana passada fizemos um bom jogo contra a Keyd, então criamos a expectativa de que seria possível vencer da CNB. Acredito que a tensão nos atrapalhou na hora de executar as jogadas”.

Para Francisco “DuclouDuclou, da CNB, foi um jogo tranquilo: “A gente estava com um plano de jogo bem sólido. Sabíamos o que fazer no jogo e como executar também. E eles não responderam muito bem às nossas estratégias”.

A Superliga ABCDE volta na semana que vem com duelos válidos pela quinta e última rodada da fase de grupos competição.

DEIXE SEU COMENTÁRIO