Rezende, do canal RezendeEvil, segue acumulando recordes como um dos maiores YouTubers do Brasil. Em novembro ultrapassou a marca de 5 bilhões de visualizações, sendo o primeiro YouTuber a alcançar tal marca e o quarto canal brasileiro a conseguir o feito. Outro número que chama atenção é o de inscritos, que ultrapassam 13,6 milhões, o colocando entre os 5 maiores do país. 

Fico muito feliz, muito mesmo, em conseguir passar as 5 bilhões de visualizações. Não consigo medir o que são 5 bilhões, nunca imaginei que um dia fosse chegar nesse número, mas agora já penso grande e quero chegar em 6, 7, 8…, brinca Rezende. E continua, “agradeço muito todos os inscritos e quem curte o canal. Cada um que assiste, compartilha, se inscreve é parte disso!”.

Neste ano, Rezende, se solidificou como influenciador investindo mais ainda em seu canal, dedicando mais de 15 horas diárias na produção e conteúdo de vídeos, o que gerou a expansão para outros dois canais: “RezendeEvil Minecraft”, com vídeos das séries do jogo e também com dicas do game, e também do “Canal do Rezendinho”, focado no público infantil.

Com o fim do ano se aproximando, Rezende faz um balanço e acredita que 2018 pode ser ainda melhor. “Este ano foi muito bom, começamos o ano com um espetáculo novo, “Festival Aliança do Rezende #ADR” e fizemos várias apresentações com a peça teatral “A Batalha dos Mundos”. Ano que vem os canais seguem como uma das prioridades, mas temos um projeto grande para ser anunciado que acho que todos vão gostar”, encerra o YouTuber.

RezendeEvil em números:

  • 21 anos.
  • Escolhido pela Forbes como uma das pessoas com menos de 30 anos mais influentes do Brasil.
  • No Youtube desde 2012.
  • Mais de 5 bilhões de visualizações (Primeiro YouTuber a atingir a marca e quarto canal do Brasil)
  • Mais de 13,6 milhões de inscritos no canal RezendeEvil no YouTube.
  • Já esgotou ingressos em mais de 30 cidades com os espetáculos “O Paraíso”, “A Batalha dos Mundos” e “Festival Aliança do Rezende #ADR”.
  • 3 livros lançados.
  • Mais de 500 mil livros vendidos.