Este ano esta repleto de feriados, porém para quem tem  animal de estimação fica à dúvida deixar o pet aos cuidados de parentes e amigos, deixa-lo em um hotel, arriscar no novo aplicativo Dog Hero, ou levar o pet na viagem? A última opção sempre parece mais convidativa, afinal dá aquele aperto no coração sair para curtir a vida e deixar o nosso melhor amigo para trás.

Então a mas para quem vai levar o animal de estimação consigo é preciso planejamento. Por isso separamos juntamente com o Vet Quality Centro Veterinário 24h, uma série de dicas para o bem estar e saúde dos cães e gatos que irão viajar com suas famílias no feriado.

ITENS BÁSICOS PARA BAGAGEM DO SEU ANIMAL:

  • Coleira e guia
  • Ração em quantidade adequada para período da viagem
  • Potes para água e comida
  • Shampoo de costume e toalha
  • Cama, brinquedos
  • Medicamentos de uso contínuo e para emergências

PREVENÇÃO DE DOENÇAS:

  • O animal deve estar com vacinação e vermifugação atualizadas.
  • Viagens para litoral exigem prevenção contra Dirofilariose ou verme do coração.
  • Viagens para localidade rural exigem prevenção contra pulgas e carrapatos, além de cuidados com berne e picadas de insetos que podem ocasionar reações alérgicas.
  • Consultar Médico Veterinário para maiores informações.

COMO TRANSPORTAR SEU PET NAS VIAGENS:
A escolha do meio de transporte mais adequado vai depender da distância até o destino final. Viagens longas de carro causam maior estresse ao animal, dê preferência pelo transporte aéreo.

Antes da viagem, seja ela de carro ou avião, evite alimentar o animal para evitar enjôo.

CARRO:

  • O animal deve ser transportado no banco traseiro utilizando cinto de segurança especial para cães ou caixa de transporte adequada.
  • O ambiente dentro do automóvel deve estar fresco, o excesso de calor pode causar danos irreversíveis à saúde do animal.
  • Em caso de viagens longas, parar a cada 2 horas para oferecer água e passear com o animal.

AVIÃO:

  • Atentar-se as regras de cada companhia aérea quanto ao tipo e tamanho de caixa de transporte necessário, necessidade de sedação do animal, reserva da viagem, documentação necessária para embarque do animal, e lembrar que o número de animais por vôo é limitado.
  • Algumas companhias permitem a viagem do animal na cabine junto com seu dono ao invés de ir no bagageiro, informe-se com a companhia aérea.

DOCUMENTAÇÃO VIAGENS DE CARRO OU AVIÃO:

VIAGENS NACIONAIS:

  • Certificado de vacinação antirrábica para animais com mais de 4meses de idade contendo o nome do laboratório produtor da vacina, lote e validade da vacina. A vacina deve ser aplicada há mais de 30 dias e menos de 1 ano da data da viagem.
  • Atestado de saúde emitido por um médico veterinário, com informações sobre as condições de saúde e se o animal está apto para viajar. O atestado possui validade de 10 dias a partir data de emissão.

VIAGENS INTERNACIONAIS:

  • Certificado Zoosanitário Internacional (CZI) emitido pelo Ministério da Agricultura, gratuitamente, nos aeroportos internacionais. Agendar com antecedência uma consulta para realização dos procedimentos necessários para emissão do documento. O prazo para emissão do mesmo pode passar de 30 dias úteis.
  • Atestado de saúde emitido por um médico veterinário, com informações sobre as condições de saúde e se o animal está apto para viajar. O atestado possui validade de 10 dias a partir data de emissão.
  • Carteira de vacinação atualizada.
  • Documento de comprovação da aplicação do microchip, contendo o número, data da aplicação e localização, devidamente firmada pelo técnico responsável.
  • Alguns países exigem exames e documentos específicos, além de realizarem quarentena na chegada do animal. É importante se informar antes de agendar a viagem.