Tempo Estimado de Leitura: 1 minuto

Durante sua viagem ao Texas, Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro mais uma vez deu uma bola fora, ao se posicionar sobre os protestos que estão ocorrendo no Brasil contra o corte de verbas na educação.

Durante um evento oficial, o presidente do Brasil , minimizou os estudantes e o ensino do próprio pais, ao dar a seguinte declaração: “a maioria ali é militante. Se você perguntar a fórmula da água, não sabe, não sabe nada. São uns idiotas úteis que estão sendo usados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo das universidades federais no Brasil“.

Bolsonaro disse ainda que as manifestações que estão ocorrendo são naturais e que não gostaria de ter que fazer o corte, culpando antigos governos pela atitude que precisou ser tomada.

O Ministério da Educação anunciou recentemente o bloqueio de 30% do orçamento de todas as instituições federais de ensino superior do país.  Em protesto, diversos atos estão sendo realizados pelo pais e a hashtag #TsunamiDaEducação, esta entre os assuntos mais comentado do Twitter.

Opinião: O interessante é que só vemos o governo anunciar cortes que atingem diretamente a população brasileira. Porque não cortam 30% dos gastos e salários dos políticos, não é mesmo?