Você tem o hábito de comer uma caixa de chocolate toda vez que está ansiosa? Ou toma sorvete quando está muito triste? Descontar suas emoções na comida pode ser uma cilada. Além de fazer mal a saúde você pode ganhar uns quilinhos a mais. Comer em excesso sem estar com fome pode ser diagnóstico de compulsão alimentar. A compulsão é um distúrbio químico que provoca um desequilíbrio no mecanismo da fome e saciedade.

Segundo a Terapeuta e Coach Erica Aidar, esse problema pode está relacionado ao sentimento de ansiedade e depressão. “As pessoas que tem compulsão alimentar comem sem parar, principalmente quando estão lidando com uma situação de estresse ou ansiedade”, afirma.

Muitos indivíduos compulsivos também sofrem de depressão, ansiedade e outros transtornos psíquico. “Não adianta mudar os hábitos alimentares se a pessoa não procura um tratamento psicológico. Na primeira desilusão ela vai comer compulsivamente”, alerta a terapeuta.

Corpo & Mente
Se os transtornos psicológicos não forem superados pode desencadear doenças psicossomáticas, como pressão alta, asma, problemas dermatológicos, gastrite e dor de cabeça. “Se você sofre de ansiedade ou estresse é importante observar os sintomas que são aflição, agonia, impaciência, sensação de que o tempo não passa mostram que o nível de ansiedade está um pouco elevado”, ressalta a Dra. Erica.

É durante esse grau de excitação que a pessoa pode recorrer aos alimentos para aliviar esse sentimento. “Por esse e outros motivos é importante tratar a ansiedade para evitar comer compulsivamente”, comenta a especialista.

A melhor forma de tratar a compulsão alimentar é adotando um estilo de vida saudável, que envolve uma reeducação alimentar, prática de atividade física e administração de medicamentos antidepressivos e indutores de saciedade. “ A atividade física diminui os níveis de depressão e ansiedade. E quem fazer exercícios físicos também queima caloria contribuindo para a perda de peso”, recomenda a Dra. Erica.
Controle a sua alimentação

A Terapeuta e Coach Erica Aidar, listou algumas dicas para evitar a ansiedade e comer menos:

  • Não espere ficar com fome para comer. O ideal é comer a cada três horas;
  • Se a ansiedade ou estresse bater, tire o dia para fazer atividade física. Além de relaxar, os exercícios ajudam a ter uma boa noite de sono;
  • Pense duas vezes antes de comer compulsivamente;
  • Se não conseguir se controlar sozinho, procure ajuda de um médico e uma terapeuta.