Nesta quarta-feira (04) um vídeo de uma mãe batendo no filho após supostamente descobrir que ele havia divulgado na internet imagens íntimas de sua namorada, também caiu na internet e claro o assunto viralizou e gerou muita polêmica. Entenda o caso:

Supostamente a família em questão é mineira de Belo Horizonte (MG), nas imagens aparece apenas uma mulher que bate no adolescente (muito gatinho por sinal) com um chinelo enquanto o repreende e dá uma lição de moral no filho pela divulgação de um vídeo íntimo de sua ex-namorada, bonitinho mas ordinário.

O caso é claro repercutiu rapidinho com muitos internautas apoiando a mãe e outros criticando o fato dela ter exposto também o jovem, além de bater nele com chinelo, o que é considerado crime.

Mediante a repercussão, a mãe do adolescente postou um desabafo em seu perfil em uma rede social. E aquela que foi defendida acabou virando a bruxa da história. Em sua defesa no facebook, a mãe do jovem disse estar arrependida pelo que fez e que enviou o vídeo somente para a ex-namorada do adolescente para mostrar que não aceita uma situação dessas, porém a jovem para se vingar do garoto acabou divulgando o vídeo para todos. “Confiei em quem não merecia. Agora meu filho está sendo ameaçado por algo que ele não fez. Ela não tinha esse direito”, afirma.

Assista o vídeo a seguir e deixe sua opinião. Ela fez certo ou errado ao ter repreendido o filho? E a ex-namorada, fez certo em também liberar o vídeo ou acabou sendo tão f** quanto ele?

VAZAMENTOS

Nesta quarta-feira a ONG SaferNet divulgou dados de vazamentos de vídeos íntimos. Segundo a ONG, 81% das vítimas são mulheres, 53% têm até 25 anos e nos últimos dois anos o número de imagens vazadas cresceu 200%.

A lei 12.737, a lei “Carolina Dieckman”, diz que divulgar e compartilhar imagens íntimas na internet é crime.

(DOL)