“AmigoTeen, me chamo Paulo e tenho 15 anos. Tenho uma irmã mais nova, de 14 anos, que meus amigos ficam dizendo que é boqueteira. Eu não acreditei até que um dia peguei ela no flagra fazendo sexo oral em meu primo, que também tem a mesma idade que a minha. E o pior no quintal de casa, onde qualquer pessoa poderia ver. O que eu faço?”

Bem sua situação é complicada, até pelo fato de você ser irmão mais velho, acaba ficando com aquela responsabilidade de ter que cuidar dela. Se sua família for bem aberta quanto ao assunto, talvez valha a pena conversar com seus pais, caso contrário isso só vai piorar a situação.

Daí o melhor é você conversar com ela, mas você não deve fazer escândalos, tente uma conversa normal, mas não precisa entrar em muitos detalhes, diga que você a viu fazendo algumas coisas com seu primo e que em um lugar meio perigoso. Fale que muita gente esta falando dela, que você acredita que aquilo foi inventado por alguém, e que por isso ela deve tomar cuidado. E se for verdade, para ela tomar cuidado não só com quem, mas aonde e principalmente cuidado com doenças.

Reforce a personalidade dela, fale bastante sobre prevenção de doenças e principalmente de risco de gravidez, afinal ela pode não só estar fazendo “boquetes” como também sexo com alguém. Mas lembre-se não há proíba, porque a relação entre vocês só vai ficar pior e ela vai acabar fazendo coisas escondida em lugares que talvez seja muito mais perigoso.

Outra forma é você não falar nada com ela, chegar no seu primo, na boa e conversar como adultos. Não adianta recriminá-lo porque talvez você fizesse o mesmo. Tente se por no lugar dele. Mas fala pra ele tudo o que você falaria para ela, e pede para ele conversar com ela. Com certeza eles já tem intimidade suficiente para conversar sobre o assunto.

Em último caso, se isso continuar a acontecer, fale com seus pais.