Em tempos de eleição, onde um dos candidatos já se declarou publicamente contra a comunidade LGBT, este vídeo se torna mais atual do que nunca. Por isso resolvemos republicar esta matéria para chamar a atenção para o preconceito e violência que esta minoria sempre sofreu e que esta ficando cada dia pior, após a alta popularidade do candidato.

Imaginem um mundo onde “gay” fosse “hétero” e “hétero” fosse “gay”… Como você viveria se você não pudesse amar?

Bullying com adolescentes e suicídio de jovens por causa da preferência sexual de alguém é ridículo – e esse filme vira a mesa da sociedade moderna. E SE as posições fossem invertidas?” — K.Rocco Shields (Criadora/Diretora)

Todos os eventos que são mostrados no filme são verdadeiras histórias de quem sofreu bullying… O filme é dedicado a todas as crianças e adolescentes que já sofreram por não poderem ser elas mesmas.

 

“Jamais se sinta errado ou sozinho por amar da forma que você ama e por você ser….ÚNICO”

Incrível. Esta matéria foi originalmente escrita em 2013 aqui no Ligação Teen, mas mesmo quatro anos depois ela ainda continua, infelizmente, super atual. Não evoluímos?!?!!