Após adotar o modelo de trabalho Anywhere Office e para integrar seus colaboradores à distância, a Dock, startup pioneira no País ao oferecer soluções de tecnologia para empresas que querem construir seu próprio banco ou solução financeira, criou um novo projeto voltado aos estagiários: o Grogu Sessions. Com o objetivo de levar transformação social e inclusão ao time, o programa visa mostrar grandes exemplos da jornada profissional de alguns de seus colaboradores, além de servir de inspiração para os jovens que estão dando o primeiro passo no mercado de trabalho.

Com referência ao universo geek, o nome do encontro baseia-se na saga Star Wars, mais precisamente na série The Mandalorian, fazendo alusão ao desenvolvimento de uma criança (Grogu) da mesma espécie que o Mestre Yoda, que traz autonomia e responsabilidade para o aprendizado.

“Aqui na Dock, não temos uma visão tradicional do grupo de estagiários que realizam atividades somente operacionais. Nós damos autonomia, fazendo com que a atuação e o aprendizado deles sejam ainda mais relevantes e significativos em um curto período de tempo. Nosso zelo com a curva de aprendizado deles é enorme, porque queremos que eles desfrutem imensamente dessa oportunidade e ocupem novas posições na empresa”, reforça Camila Shimada, Head de People na Dock.

Após um grande volume de novos estagiários contratados, o Grogu Session surgiu a partir da ideia da Natasha Costa, People Business Partner da empresa, que sentiu a necessidade de integrar e de se aproximar mais desse grupo de funcionários. “É muito gratificante ver o desenvolvimento desse time e como a Grogu Session contribui para motivar, apoiar e incentivar o desenvolvimento de cada um dos Dockers que estão iniciando a carreira com a gente”, comemora Natasha.

O projeto consiste em encontros mensais, onde os estagiários conversam sobre suas histórias e experiências, compartilham grandes exemplos da sua jornada, trazendo descobertas, aprendizados e criando um grande networking. A última sessão aconteceu no dia 5 de fevereiro e contou com a participação do CEO da startup, Fred Amaral, que contou sobre suas experiências pessoais e também sobre o início da operação da Dock há 2 anos atrás e as grandes conquistas e mudanças da empresa nesse período.